NOTÍCIAS

30/01/2020

Entidades realizam audiência com direção do INSS e representantes do Ministério da Economia e reafirmam posição por concurso público e contra a milita



AUDIÊNCIA COM DIREÇÃO DO INSS E SECRETÁRIOS DO MINISTÉRIO DA ECONOMIA - 28 DE JANEIRO DE 2020

 

INSS/MINISTÉRIO DA ECONOMIA:

Renato Vieira – Presidente do INSS e equipe;

Bruno Bianco – Secretário Especial Adjunto de Previdência e Trabalho;

Leonardo Rolim – Secretário de Previdência;

Sidarta Costa

 

FENASPS

Cristiano dos Santos Machado, Moacir Lopes. Daniel Emmanuel. Gilberto Silva, Luciano Wolffenbuttel Véras e Djalter Rodrigues Felismino.

 

CNTSS

Alzira de Souza Soares, Deivid Cristian dos Santos, George Rolim de Moura Filho, Terezinha Jesus Aguiar e Vilma Ramos.

 

O Ex-presidente do INSS Renato Vieira abriu a reunião citando dados de que houve análise de 1 milhão e 100 mil benefícios através do bônus. Que a produtividade dos trabalhadores que estão no Teletrabalho é 108% maior do que a dos servidores que estão nas APSs. O Ex-presidente citou também que houve um aumento geral da produtividade do INSS em 38% e que em janeiro houve uma redução de 90 mil processo que estavam represados. Apesar dos números citados, a realidade dos locais de trabalho é muito diferente. Como denunciado pela FENASPS (veja aqui http://www.fenasps.org.br/destaque-secundario/2029-presidente-do-inss-nao-se-cansa-de-repetir-mentiras-sobre-as-reais-condicoes-do-instituto) em 12/2019 o tempo de espera para concessão de benefícios aumenta a cada dia, além da fila de processos represados.

 

As entidades ressaltaram que o referido aumento de produtividade se deu através de uma pressão constante sobre os servidores e assédio generalizado nos locais de trabalho. Muitas vezes, os servidores estão executando jornadas diárias de 12 a 15 horas para conseguirem bater as metas impostas pelo Instituto. Essas condições de trabalho acarretam um elevado grau de adoecimento da categoria. O Ex-presidente do INSS chegou afirmar na imprensa que nunca o INSS com um número tão pequeno de servidores apresentou uma produtividade tão elevada, porém mesmo com todas essas pressões, o aumento do número dos processos analisados não é suficiente para reverter o caos no INSS. Os problemas do Instituto não são meramente conjunturais e sim problemas estruturais que serão resolvidos apenas com a realização de concurso público.

 

Confira aqui o relatório completo da Audiência com a direção do INSS - 28 de janeiro/2020.

 

Confira aqui a Plataforma emergencial dos trabalhadores da carreira do Seguro Social para a reestruturação do atendimento do INSS.

 
 
 
 
 
 
VOLTAR