NOTÍCIAS

19/08/2021

Servidores federais participam da Manifestação contra a aprovação da PEC 32/20 no Dia da Greve Geral do Setor Público



Servidores e servidoras federais da base do SINTSEP-MS participaram de ato unificado contra a PEC 32/20 ontem, 18, em frente à UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul),  em Campo Grande/MS.
 
A manifestação fez parte das atividades realizadas pelos servidores públicos municipais, estaduais e federais no Dia Nacional de Luta e de Greve Geral do Setor Público. A atividade na UFMS foi organizada pelo Fórum Permanente de Defesa do Serviço Público, das Empresas Públicas e das Estatais em MS, que é uma articulação do movimento sindical proposto pela CUT-MS (Central Única dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul) e que busca congregar sindicatos de servidores públicos das três esferas (municipal, estadual e federal), de trabalhadores das empresas públicas e estatais e trabalhadores de categorias do setor privado. 
 
A atividade reuniu trabalhadores e estudantes, os respectivos dirigentes em frente à UFMS, escolhida por ser um símbolo de serviços públicos em várias áreas - educação, saúde, ciência e tecnologia, assistência social, engenharia, meio ambiente - e estar sob forte ataque do governo Bolsonaro, com cortes orçamentários, precarização e campanha para desmoralizar professores, pesquisadores, estudantes e demais servidores. Além de diretores do SINTSEP-MS, estiveram presentes o Presidente da CUT-MS, Vilson Gregório e vários diretores. Também estavam representadas a CONDSEF, CNTSS, CNTE, ADUFMS, ADUEMS, SINDJUFE-MS, SINDIJUS-MS, SINASEFE-MS, SISTA-MS, SINDJOR-MS, FETEMS, FETIEMS, SINTES, FTIA, Frente Brasil Popular MS, Fórum de Defesa do SUS, Coletivos de Estudantes, parlamentares de esquerda e a UNE. A imprensa também realizou cobertura do ato, repercutindo em todo o estado a manifestação. Os participantes estavam tomando cuidados sanitários com a utilização de máscaras, distanciamento e higienização das mãos com álcool-gel, exibiam faixas com críticas à PEC 32/20 e ao presidente Bolsonaro. Os representantes das organizações proferiram discursos sobre os motivos da manifestação e conclamando a população a ajudarem na pressão sobre os parlamentares para que votem contrariamente à aprovação da PEC 32/20.
 
No Dia de Greve Geral do Setor Público, os servidores e os sindicatos também realizaram outros atos e manifestações em frente a diversos prédios de órgãos públicos no Parque dos Poderes, em frente à Assembleia Legislativa e à Governadoria.
 
Servidores e servidoras do IBAMA, do INSS, do Ministério da Agricultura e do Ministério da Saúde - ativos e aposentados - e diretores do SINTSEP-MS participaram da manifestação. Aproveitaram a ocasião para se pronunciar sobre a situação de precarização das condições de trabalho nos respectivos órgãos, bem como sobre os impactos que a PEC 32/20 trará para os serviços públicos, caso seja aprovada.
 
VOLTAR