NOTÍCIAS

18/05/2020

SINTSPREV-MS REPUDIA MANIFESTAÇÃO DE PAULO GUEDES QUE CHAMOU SERVIDORES DE ASSALTANTES DA NAÇÃO



O SINTSPREV-MS, vem a público manifestar seu mais veemente repúdio a declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, que comparou servidores púbicos a assaltantes e saqueadores. 

 

Guedes fez a afirmação durante coletiva no Palácio do Planalto, no dia 16 de maio de 2020, ao defender o congelamento salarial do funcionalismo público até o final de 2021.

Assim disse o ministro. “Por favor, não assaltem o Brasil enquanto o Brasil está nocauteado. É inaceitável que tentem saquear o gigante que está no chão, que usem a desculpa para saquear o Brasil”.

 

Não é a primeira vez que esse ministro ataca e ofende à dignidade dos servidores públicos, que anteriormente já os havia chamado de parasitas.

 

Paulo Guedes, que conta com amplo apoio dos grandes meios de comunicação, comprovadamente tem por compromisso atender aos interesses do mercado financeiro e do neoliberalismo, em detrimento do interesse público e da miséria da população brasileira.

 

Trata-se de mais uma declaração covarde e mentirosa, feita por esse ministro que foi responsável pela Reforma da previdência no Brasil e no Chile, onde levou milhares de idosos à miséria e ao suicídio. 

 

Esse mesmo ministro foi acusado pelo Tribunal de Contas da União, por “gestão fraudulenta ou temerária”, com suspeitas de fraudes, tendo causado prejuízos milionários aos fundos de pensão de entidades responsáveis pela aposentadoria complementar de funcionários das estatais, como foi o caso do Postalis, dos Correios.

 

Tais fatos são suficientes por sí só, para comprovadamente, demonstrar quem é o parasita e o assaltante que está quebrando a nação brasileira.

Basta! Fora Guedes e o neoliberalismo! 

 

 
 
VOLTAR