NOTÍCIAS

25/09/2019

Por “novo layout”, prédio do CMO vai ganhar obra de mais de R$ 330 mil



Reforma prevê desde demolições até compra de luminárias, ar-condicionado, portas e janelas, apesar de contingenciamento prometido

 

Jones Mário

 

Mais um gasto na conta do Exército em Mato Grosso do Sul foi publicado hoje em Diário Oficial da União, apesar do contingenciamento prometido nas Forças Armadas. O CMO (Comando Militar do Oeste) abriu licitação para reforma do prédio do "posto de comando" do general Lourival Carvalho Silva, a frente do agrupamento desde agosto de 2018. A reforma foi orçada em R$ 333,4 mil.

 

Conforme edital, os serviços contemplam desde demolições até compra de luminárias, ar-condicionado, portas e janelas, instalação de divisórias e readequação das instalações elétricas e hidráulicas, “a fim de atender o novo layout” do posto de comando. O imóvel do CMO onde fica o general, situado no bairro Amambaí, em Campo Grande, tem 462,56 metros quadrados.

A licitação foi aberta na modalidade tomada de preços, do tipo menor valor por item. As interessadas no contrato têm até o dia 9 de outubro para entregar propostas e documentos de habilitação.

 

Na última semana, o Colégio Militar de Campo Grande, localizado no bairro Santa Carmélia, também abriu licitação para reformas, orçadas em R$ 5,5 milhões. O edital previa pagar até R$ 303,7 mil em piso porcelanato para ambientes internos e R$ 4 mil em soleiras de mármore branco.

Antes, em agosto, o CMO iniciou processo para compra de R$ 1,2 milhão em brindes, como canetas, miniaturas e até facas de campanha.

 
VOLTAR