NOTÍCIAS

29/08/2019

EM APENAS SEIS MESSES GOVERNO GASTA 246 MILHÕES COM AUXÍLIO FARDAMENTO PARA MILITARES



Fonte: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/08/29

 

Somente nos seis primeiros meses de 2019, o governo federal já gastou R$ 246 milhões, com auxílio-fardamento para militares da ativa nas três Forças Armadas. Isso representa um aumento de 19% em relação ao no mesmo período do ano passado, e de 1.345% desde a sua criação, em 2001.

 

O pagamento do auxílio foi criado no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) em julho de 2001, através da MP (Medida Provisória) 2.188-8. Esse bônus beneficia principalmente os oficiais de alta patente do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. 

 

Quando o militar ingressa nas Forças Armadas, ele recebe por conta da União, uniformes, roupa branca e roupa de cama, além de uma remuneração mensal de cerca de um salário mínimo. A partir de então, esse fardamento passa a ser pago em dinheiro, a título de bônus. O cabo promovido a terceiro-sargento embolsa um bônus de R$ 5.700. 

 

Ao chegar a condição de guarda-marinha ou aspirante a oficial da ativa esse bônus (prêmio) já é de R$ 10,4 mil. Também tem direito ao premio quem é promovido a oficial pela primeira vez. Quem ganha o título de segundo-tenente tem direito a receber R$ 11,2 mil.

 

Considerados os maiores salários das Forças Armadas, quem é nomeado general de Exército, almirante de esquadra ou tenente-brigadeiro recebe "auxílio" de R$ 13,4 mil. 

 
 
VOLTAR