NOTÍCIAS

11/02/2019

Reajuste das mensalidades da GEAP em 2019



Os assistidos da Geap começaram a receber as cartas da entidade a respeito do reajuste nas mensalidades dos planos de saúde para 2019. Essas cartas são padrão, isto é, todos e todas receberão informação sobre a alíquota de 9,76% de correção, conforme aprovado na reunião do Conselho de Administração (Conad) da Geap realizada nos dias 18 e 19 de dezembro de 2018.

 

Entretanto, os filiados ao SINTSPREV-MS não terão esse reajuste. Ao contrário, nossos filiados terão uma redução de 13,55% nas mensalidades. Essa redução é fruto de um acordo firmado em âmbito nacional com as entidades sindicais: FENASPS, CNTSS e CONDSEF, que assinaram um acordo desistindo das ações judiciais que estavam em andamento relativas a reajustes de anos anteriores.

 

Assim, a Geap terá duas tabelas: uma para os filiados aos sindicatos, com redução de 13,55% nos valores, e outra, com aumento de 9,76%, na tabela atual da Geap, para os não filiados às entidades.

 

Ainda, nas cartas remetidas pela Geap, não haverá discriminação do valor da contribuição patronal, o que a federação cobrou da autogestão durante os debates da mesa de negociação.

 

O SINTSPREV-MS, através da FENASPS, entregou para a Geap, a relação de todos os seus filiados para que estes sejam beneficiados com o Acordo. A Direção do Sindicato orienta os seus filiados, assistidos da Geap, para que entrem em contato com a Central de Atendimento, pelo telefone 0800 728 8300, e procurem saber se estão contemplados com o acordo.

 

REFIS

 

O programa de refinanciamento de dívidas (REFIS) para os assistidos pelos planos de saúde da Geap será disponibilizado a partir desta segunda-feira, 11 de fevereiro, e seu prazo de adesão será encerrado em 10 de março deste ano, sem possibilidade de prorrogação.  

 

Todos os servidores titulares dos planos podem aderir ao REFIS, que foi criado pela entidade visando atender àqueles que tiveram seus planos cancelados por falta de pagamento.

 

Neste ano, a novidade é que o REFIS será disponibilizado sem cobrança de 10% de entrada do valor da dívida, que pode ser quitada em até 60 vezes. O refinanciamento, segundo a Geap, vai abranger os débitos apurados tanto em relação à mensalidade quanto aos valores referentes à coparticipação.

 

 
 
VOLTAR