NOTÍCIAS

28/11/2018

Editorial - Forças Armadas consolidam controle do STF



A indicação do general Ajax Porto Pinheiro, como novo assessor especial do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, confirma de vez que os militares assumiram também o controle da suprema corte do país.
 
O general foi indicado pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, que anteriormente já havia indicado o general Fernando Azevedo e Silva, para o mesmo cargo. Com a indicação deste último para o cargo de ministro da Defesa do presidente eleito Jair Bolsonaro, Villas Bôas agora indicou outro militar para substituir Azevedo e Silva, do cargo de assessor especial do Presidente do Supremo, Dias Toffoli.
 
Publicamente, Toffoli teria solicitado a indicação um militar com o objetivo de “manter aberto o diálogo com as Forças Armadas”, mas a julgar pelos fatos, quem realmente está mandando no STF, é o general Villas Boas. Toffoli cumpre mero papel de rainha da Inglaterra.
 
A interferência dos militares nas decisões do STF foi publicamente reconhecida pelo próprio general Villas Bôas, ao afirmar em abril/2018, ter havido “uma ação coordenada da cúpula das Forças Armadas para pressionar o Supremo Tribunal Federal a manter o ex-presidente Lula preso”.
 
Como se vê, os militares agora dominam efetivamente a presidência da República e a presidência do STF.  Tá tudo dominado! 
 
 
 
VOLTAR